Blog Coagrosol

A segurança de estar em cooperativa

escrito em 14 de July de 2020

Blog Coagrosol

Euclésio José Vicentim, 52, há vinte anos escolheu viver em cooperativa e foi um dos fundadores da Coagrosol. “Estávamos sendo engolidos pela indústria, precisava de uma opção viável para continuar no campo, foi quando conheci outros produtores na mesma situação, passei a fazer parte e entender o cooperativismo”, conta Euclésio.


O cooperado produzia laranja orgânica e aos poucos foi mudando sua cultura, hoje trabalha com manga e limão. “Foi ficando muito difícil trabalhar apenas com a laranja e migrei para novas culturas, a manga é uma fruta mais sensível, mas me dá a vantagem de ter um período menor de cuidados e colheita”, explica Euclésio, que vê na cooperativa uma segurança ao seu trabalho; “Eu sei que tenho onde entregar a minha fruta, o quanto vão pagar e que vão pagar o preço justo pelo meu trabalho no campo, o que me permite ter mais estabilidade e tranquilidade para cuidar da minha família”.


Euclésio trabalha no sistema Fairtrade desde que entrou para cooperativa e não viu dificuldades para se adequar; “Eu já trabalhava com orgânicos, já tinha uma organização diferenciada e muita consciência ambiental, é muito tranquilo pra mim cumprir os critérios”.


Com a chegada da fábrica ele cita também a vantagem da proximidade de entrega da fruta para o processamento; “É algo muito importante, está mais perto da gente, fica mais viável e mais barato para cooperativa, evoluímos muito em 20 anos, desejo que cada vez mais possamos prosperar juntos”.